be_ixf;ym_202205 d_17; ct_100
FECHAR
Abu Dhabi Desert Challenge
NEWS

O Desafio do Deserto de Abu Dhabi

Nov 30-0001

A competição de Rally marcou a paisagem internacional esta semana com todas as maiores equipas de fabrico e atletas do Dakar a atravessar os desertos de Abu Dhabi e Marrocos e houve uns feitos das estrelas da equipa da Monster Energy. O Adrien Van Beveren da Yamaha foi o protagonista do 11º Merzouga Rally na África do Norte, vencendo três etapas, e o José Ignacio Cornejo da Monster Energy HRC conseguiu o patamar mais alto do pódio na primeira ronda do Campeonato Mundial de FIM Cross Country Rally.

O “Nacho” liderou a equipa da Honda mais os colegas Kevin Benavides e Joan Barreda mesmo com lesões dos treinos, as costelas partidas e os ombros doridos.

O Chileno mal largou o acelerador durante a corrida de 1300km no desafio deserto de Abu Dhabi e conquistou 2 vitórias claras enquanto voava pelas horas difíceis e pela areia.

“Estou feliz por ter conseguido a minha primeira ida ao pódio no campeonato do mundo, de voltar para casa tendo ganho duas etapas e de ter aberto a pisto em mais dois.” disse JIC. “De certeza que esta experiência será positiva para o meu futuro. Estamos no caminho certo. Estou feliz com a minha condução, estou a acelerar cada vez mais o meu passo.”

 

Benavides e Barreda - 2 dos nomes mais destacados da competição de Dakar - também insistiram neste caminho para maximizar a oportunidade de treinar e de testar apesar do recente estado físico de cada um. A Honda continua a perseguir KTM mas a evolução de Cornejo tem sido um dos aspectos mais positivos do seu trabalho e desenvolvimento desde a preparação do Dakar 2019 no verão passado.

Mais para oeste, e outro da elite do Dakar, Adrien Van Beveren, estava a masterizar a diversidade de Merzouga; uma competição alternativa dura e merecedora em Abu Dhabi. O francês conquistou três vitórias e criou um margem de quase 30 minutos do rival mais próximo ao longo dos 5 dias. “Tive uma excelente sensação com a minha mota esta semana e tenho de agradecer a toda a equipa, que se esforçaram tanto para me apoiar.” disse o francês. “O Rally de Merzouga foi uma oportunidade para me melhorar. Melhorar o meu sentido de orientação e a começar a preparar para o Dakar 2020. Eu sinto que nós conseguimos fazer isso. A orientação aqui é muito difícil, então para abrir a pista como eu fiz, isso dá-me muita confiança. Isto é um grande resultado para a equipa. A seguir, temos o Silk Way Rally, mas antes disso há muito mais testes e treinos a fazer. Vamos continuar a trabalhar...”

THIS ARTICLE FEATURES:

SHARE THIS ARTICLE:

RECOMENDADO

PARA VOCÊ