be_ixf;ym_202007 d_09; ct_100
FECHAR
HRC Shakedown
NEWS

Rally Dakar - Os pilotos às vezes precisam de ser mecânicos

Jan 312020

Para vencer o Rally Dakar, é preciso ter tudo. A velocidade por si só não é suficiente; técnicas de condução e pilotagem andam de mãos dadas com a navegação e habilidades mecânicas avançadas. Mas como consertar um veículo complicado feito de milhares de peças?

Os pilotos de fábrica dependem muito do apoio das suas equipas, mas mesmo assim precisam de conhecer o básico quando estão no deserto ou durante as etapas da maratona, onde a assistência não é permitida.

“Um pequeno estojo localizado no chassi contém todas as ferramentas necessárias para desmontar uma mota”, explica Hide Hanawa, mecânico-chefe da Monster Energy Honda. “Uma mota é basicamente composta de cerca de 2.500 peças fixadas por parafusos - elas representam mais da metade dos componentes -, portanto, a maioria das ferramentas destina-se a remover soquetes, cavilhas e parafusos.”

“Desde que a Honda voltou ao Rally Dakar com uma equipa de fábrica em 2013, o CRF450 Rally foi ficando mais simples ano após ano. Ao mesmo tempo, a máquina é mais fiável, portanto, os motociclistas não precisam de intervir na mota, a menos que haja uma emergência. Numa fase de maratona, eles não removem as ferramentas, mas verificam os raios das rodas, o óleo do motor e o estado dos pneus. Também ajustam a suspensão, se for necessário.”

Considerando os recentes desenvolvimentos tecnológicos, o maior desafio atualmente é o diagnóstico de uma falha eletrônica. Neste caso, a ECU fornece um código que o piloto ou motorista pode compartilhar com a equipa. O problema não pode ser corrigido remotamente, mas com esse código, a equipa pode fazer um diagnóstico e sugerir uma correção.

Como trabalhar num veículo no terreno pode apresentar seus próprios desafios, a Honda organiza uma workshop antes de cada rali para atualizar os seus pilotos sobre os principais procedimentos a serem executados na máquina e como detectar possíveis problemas.

Entre os pilotos da Honda, Ricky Brabec tem talvez o conhecimento mecânico mais forte. Esse know-how faz parte da cultura americana. Nos EUA, as crianças costumam começar a andar com os pais, que atuam como mecânicos, passando suas experiências e conhecimentos ao longo do caminho. Foi assim que Brabec começou, e essa experiência valeu a pena até hoje.

Tendo em conta o grande número de peças, quanto tempo leva para desmontar uma mota inteira? "Cerca de uma hora", diz Hanawa. “Eu posso fazer isso em 45 minutos. E mudar uma roda? Dois minutos!”

Peças e ferramentas sobressalentes para motocicleta:

1. Cabos de ligação

2. Faca

3. Chave de eixo

4. Peças da corrente

5. Descravador de corrente

6. Alavancas de embreagem e de travão

7. Roquete

8. Soquetes

9. Chaves

10. Chave emT e extensão

11. Chave de fendas

12. Chave de cruz

No lado das quatro rodas, a equipa Monster Energy Can-Am carrega dois sacos de peças de reposição e ferramentas. O primeiro, encontra-se ao lado do buggy, é para grandes intervenções. O segundo, alojado sob o assento do co-piloto, contém ferramentas para substituir o cinto CVT e uma pistola pneumática para trocar os pneus em caso de furo, algo que era bastante provável durante as etapas iniciais da corrida deste ano por causa do percurso rochoso. A troca de um pneu leva de 2 a 3 minutos. Casey Currie não teve furos na 1ª etapa, teve dois na 2ª etapa e um na 3ª etapa.

Além das ferramentas a seguir, as peças de reposição transportadas no carro também incluem uma alavanca, uma bateria, uma garrafa para a pistola de ar e um pneu:

1. Soquete do eixo de transmissão

2. Ferramenta de roda

3. Chave inglesa ajustável

4. Alicate

5. Barra

6. Martelo

7.Chaves inglesas

8.Chaves sextavadas

 

“Casey tem um bom pressentimento quando se trata de questões mecânicas”, diz o mecânico chefe de Currie, Pedro Caixa. “O seu co-piloto, Sean Berriman, tem muitas habilidades mecânicas. Esperamos que eles não precisam de usar a primeira bolsa. Em caso de emergência, preparei-lhes um manual detalhado com fotos e instruções passo a passo de como trocar a correia CVT, o eixo da direção ou os amortecedores. Eles também têm uma tabela com os valores normais e de alarme para temperaturas do líquido de arrefecimento do motor, temperatura da correia, pressão do combustível e tensão da bateria.”

SHARE THIS ARTICLE:

RECOMENDADO

PARA VOCÊ